Teatro da Bicharada

Separadores primários

Pretende-se com este projeto criar nas crianças, através de histórias ilustradas, o conhecimento e o gosto pela preservação da fauna e da flora autóctones do nosso país.

Enquanto professores do ensino básico e ao iniciar este projeto, procuramos colmatar uma lacuna grave na educação ambiental e na educação para a cidadania, que passa pela quase inexistência de materiais específicos de apoio à exploração pedagógica nas respetivas áreas.

O projeto prevê a elaboração de 5 histórias (1 por mês), cujo início está previsto para janeiro de 2018. Com estas, os professores do 1º ciclo do Ensino Básico poderão explorar gratuitamente nas suas aulas a história desse mês, socorrendo-se de um vídeo publicado pelo Tio Quim (devidamente ilustrado), bem como de uma publicação (.pdf) imprimível em papel A4, que será enviada para cada turma envolvida no projeto. Para auxiliar a dramatização das histórias será escolhida mensalmente uma matéria-prima reutilizável/reciclável para a construção das personagens na área das expressões, acompanhada de uma demonstração da construção das referidas personagens de cada história. Com isto, fomentar-se-á a exploração artística e criativa dos alunos, desenvolvendo-se a manipulação de materiais (motricidade fina) enquanto previamente se dá a conhecer o problema ambiental do excesso de resíduos, incentivando-se deste modo à sua reutilização.

Aos professores será ainda facultada uma planificação (formato .doc) por cada um dos quatro anos letivos, de forma a que a mesma possa ser adicionada ou editada nas respetivas planificações pessoais.

No final de cada história será feita uma referência nominativa, em forma de agradecimento, aos apoiantes da campanha.

No site e Facebook do “Teatro da Bicharada”, para além de todos os conteúdos (vídeos das histórias, publicações em livro das mesmas (formato pdf imprimível), tutoriais de construção das personagens), serão também divulgadas as imagens/vídeos enviados pelos alunos/turmas intervenientes no projeto.

Resumo dos conteúdos produzidos em cada um dos 5 meses:

a)      1 Vídeo da história devidamente ilustrado;

b)      1 História ilustrada a cores (.pdf) para impressão;

c)       1 Tutorial sobre a produção de personagens (.pdf);

d)      1 Planificação editável para professores (.doc)

Teatro da Bicharada

Teatro da Bicharada

Sobre o promotor

Promovido por:
“Histórias Naturais do Tio Quim”   http://tioquim.blogspot.pt/
Email: tioquim.historiasnaturais@gmail.com

Histórias Naturais do Tio Quim” é um projeto na forma de site, que promove o gosto e a sensibilização para a preservação das espécies autóctones de Portugal, através de histórias para crianças dos 6 aos 12 anos. É ainda possível a visualização de pequenos vídeos tutoriais dos autores onde se ensina a desenhar as inúmeras espécies do nosso país.

Sobre os responsáveis do projeto:

O “Tio Quim” (Quim Ferreira) é um professor de educação visual, que ao longo de 26 anos de profissão produziu paralelamente inúmeras publicações pedagógicas na área da educação ambiental - (Ver Currículo Vitae).

Susana Ferreira é uma professora do 1º ciclo do ensino básico, com vasta experiência de carreira e habilitação própria em Ciências da Natureza.

Ambos, licenciados em ensino, acreditam que a educação ambiental é a melhor arma na luta pela conservação do ambiente e de um património que é de todos.

Orçamento e prazos

A campanha deste projeto decorrerá durante dois meses após a aprovação e respetiva publicação, enquanto a concretização do mesmo ocorrerá entre janeiro e maio de 2018, com a publicação mensal de uma história (ver resumos dos conteúdos produzidos)

Prevê-se para a praticabilidade deste projeto dentro dos moldes previstos, a necessidade de serem angariados 3.258,30€, os quais se repartirão da seguinte forma:

a)      Produção de conteúdos pedagógicos = 3.000€

b)      Custos de comissão de 5% do PPL + IVA = 184,50€

c)       Custos de comissões de pagamentos de 2% + IVA = 73,80€

Imagens

Documentos

Os documentos estão apenas acessíveis a utilizadores registados. Por favor faça login para os consultar.

Facebook