QEM - Queremos Estudar Melhor

Separadores primários

O financiamento aqui procurado destina-se a dotar os alunos da Escola das ferramentas necessárias ao nível informático que tornem possível um melhor desempenho nas suas actividades lectivas, e maior abertura à Comunidade.

Esta é uma campanha da Cidadania para a Solidariedade. Os EPTPP students são jovens, rapazes e raparigas oriundas de famílias carenciadas aos quais se procura proporcionar as melhores condições de trabalho, o que nem sempre é possível, dadas as dificuldades de financiamento que a Entidade Formadora ciclicamente atravessa e que não lhe permite disponibilizar os melhores equipamentos para o Ensino-Aprendizagem, dificultando as performances de cada jovem no seu percurso de formação/qualificação. Ser solidário com estes EPTPP students é ajudar a formar melhores jovens, mais incluídos na Sociedade e mais bem preparados para trabalhar e desenvolver o seu futuro de forma risonha.

Com o resultado desta campanha a Entidade Promotora poderá equipar uma sala com 14 Computadores e seus periféricos, com software atualizado e especifico para a sua aprendizagem.

Também com esta iniciativa poderá a Entidade Promotora dinamizar as novas tecnologias na Escola promovendo a formação e a literacia informática junto de todos os integrantes da Comunidade Escolar e seus parceiros interessados, com realce para Encarregados de Educação, Utentes de Instituições parceiras, colocando ao serviço da Comunidade o investimento feito na aquisição destes equipamentos. Contribuirá também para apoiar Instituições e pequenas empresas vizinhas a realizar com qualidade as suas reuniões de trabalho disponibilizando a tecnologia adquirida por meio desta plataforma.

Sobre o promotor

O promotor é um grupo de membros da Comunidade Escolar que integra formandos, docentes e elementos da Direção da Entidade Formadora, que é a Escola Profissional Tecnologia Psicossocial do Porto.

A Escola vive com enormes carências financeiras e necessita de recorrer à iniciativa dos seus alunos diretores e docentes para fazer face às enormes dificuldades do seu dia-a-dia. Os seus alunos proveem na sua maior parte de famílias com dificuldades financeiras às quais não é possível cobrar qualquer verba por serviços educativos prestados. Funciona com verbas do Fundo Social Europeu que no essencial servem apenas para acorrer a despesas com subsídios para alunos e pagamentos de honorários a professores e outros colaboradores e outras despesas fixas correntes.

Representante da Direção: Luís Fernando Socorro de Almeida – Secretário da Direção. Membro de várias Entidades Associativas com trabalho na Comunidade.

Representante de Docentes: Pedro Azevedo – Docente informática.

Representantes alunos: João Paulo Santos - Presidente da Associação de Estudantes.

Orçamento e prazos

O prazo em que decorre a campanha inicia na data de aprovação da candidatura terminando 60 dias depois.

O orçamento detalhado é apresentado em documento Excel anexo ao projecto. 

Imagens

Documentos

Os documentos estão apenas acessíveis a utilizadores registados. Por favor faça login para os consultar.

Facebook