Luís Tinoco - Orchestral Works

Separadores primários

Após a edição de "Chamber Works" (2006), o seu primeiro disco, o compositor Luís Tinoco está a preparar o seu segundo CD que será editado em 2013 pela etiqueta Naxos.

Após a edição de "Chamber Works" (2006), o seu primeiro disco, o compositor Luís Tinoco está a preparar o seu segundo CD que será editado em 2013 pela etiqueta Naxos.

As gravações, com a Orquestra Gulbenkian dirigida pelo maestro norte-americano David Alan Miller decorrerão entre 11 e 16 de Junho, no Auditório da Fundação Gulbenkian e contarão com a participação de três solistas de renome: as soprano Yeree SuhAna Quintans e Raquel Camarinha.

Neste trabalho discográfico serão gravadas quatro obras compostas por Luís Tinoco ao longo dos últimos dez anos: "Round Time" (2002), para orquestra sinfónica; "Search Songs" (2007), para soprano e orquestra – sobre poemas de Alexander Search (F. Pessoa); "From the Depth of Distance" (2008), para soprano e orquestra – sobre poemas de Walt Whitman e Álvaro de Campos (F. Pessoa); e "Canções do Sonhador Solitário" (2011-12), para soprano e orquestra – sobre textos de Almeida Faria.

Estas quarto obras resultaram de encomendas da Orquestra Nacional do Porto, Semanas de Música do Estoril, Albany Symphony Orchestra, Orquestra do Algarve e Fundação Casa da Música e foram interpretadas em Portugal e no estrangeiro por prestigiadas orquestras como a Orquestra Gulbenkian, Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música, Orquestra Sinfónica Portuguesa, Orquestra do Algarve, Royal Philharmonic Orchestra, Albany Symphony Orchestra e Orquestra Nacional de Montpellier.

Os fundos obtidos pela iniciativa de Crowdfunding irão ajudar a suportar os custos de produção de um disco que reúne um conjunto notável de artistas e que conta com o prestigiante apoio institucional do Serviço de Música da Fundação Gulbenkian, Sociedade Portuguesa de Autores,  Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento e RDP Antena 2.

A EGEAC - Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural da Câmara Municipal de Lisboa - associa-se à divulgação deste projecto.
O financiamento aqui solicitado, que será complementado com outras fontes de financiamento, corresponde ao montante mínimo a angariar através de crowdfunding.

Sobre o promotor

Luís Tinoco fez os seus estudos de Composição na Escola Superior de Música de Lisboa e na Royal Academy of Music em Londres e, mais recentemente, completou um doutoramento na Universidade de York.

Foi distinguido com diversos prémios de composição em Portugal e no Reino Unido, incluindo o Prémio Revelação Ribeiro da Fonte, atribuído pelo IPAE/Ministério da Cultura Português.

Projectos recentes incluem a estreia do musical Evil Machines com libreto e encenação do ex-Monty Python Terry Jones; e da ópera Paint Me, com libreto de Stephen Plaice e encenação de Rui Horta.

Projectos futuros incluem a composição de novas obras orquestrais encomendadas pela Orquestra Filarmónica da Radio France e Orquestra Sinfónica de Seattle.

A sua música é publicada no Reino Unido pela University of York Music Press.

David Alan Miller (maestro): Nascido em Los Angeles, concluiu um bacharelato na Universidade da Califórnia, Berkeley, e obteve o grau de Mestre em Direcção de Orquestra na Juilliard School. Reconhecido como um dos principais maestros americanos da sua geração. Como maestro convidado, colaborou com a maioria das grandes orquestras americanas. Como Director Musical da Orquestra Sinfónica de Albany, lugar que ocupa desde 1992, David Alan Miller provou ser um elemento particularmente criativo e impulsionador na construção de um projecto de orquestra.

Yeree Suh (solista): Apresentou-se como solista sob a direcção de reputados maestros como René Jacobs, Philippe Herreweghe, Kent Nagano, Marek Janowsky, Tom Koopman, Charles Dutoit, Andrea Marcon, entre outros, e participou em prestigiados festivais como a Semana de Música Antiga de Insbruck, Festival Barroco da Ópera Nacional de Berlim, Festival da Flandres, Festival de Schwetzingen.

Ana Quintans (solista): Licenciada em Escultura pela FBAUL, Ana Quintans estudou Canto na EMCN e no Flanders Operastudio em Gent (bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian). Iniciou em 2005 a sua carreira internacional com Les Arts Florissants e o Maestro William Christie dedicando ainda hoje a maioria do seu trabalho à música dos séc. XVII e XVIII.  Neste âmbito tem trabalhado sob a direcção de Michel Corboz; Marc Minkowski; Enrico Onofri; William Christie; Marcos Magalhães; Vincent Dumestre e Alan Curtis entre outros. Em DVD surge na produção “Dido and Aeneas” de Purcell (Christie/Warner/Opera Comique Paris).

Raquel Camarinha (solista): Iniciou os estudos de Canto em 2000, concluindo em 2004 o Curso Secundário de Canto, com a classificação máxima. Terminou em 2009 a Licenciatura em Ensino de Música – Canto, na Universidade de Aveiro, tendo sido, por várias vezes, bolseira da mesma universidade. Em 2011 concluiu com Mention Très Bien o Mestrado em Canto no Conservatório Nacional Superior de Música e Dança de Paris.
 Em 2011, foi galardoada com o 1º prémio no Concurso Nacional de Canto Luísa Todi, juntamente com o Prémio Ana Lagoa, para a melhor interpretação de Ária de Ópera.

Imagens

Documentos

Os documentos estão apenas acessíveis a utilizadores registados. Por favor faça login para os consultar.