E que tal sermos donos disto tudo?

Separadores primários

Os recursos disponibilizados serão directamente aplicados na compra de terrenos, com objectivos de conservação da natureza, pretendemos proteger a biodiversidade e contribuir para uma valorização em que não haja oposição entre conservação e economia.

Os sócios da MONTIS - Associação para a Gestão e Conservação da Natureza pretendem comprar dois terrenos que constituirão o núcleo inicial de um espaço de fruição natural, uma reserva privada dedicada à conservação e ao uso público.

Estes 5,5 hectares de carvalhais da Serra do Caramulo (https://goo.gl/maps/dOvGQ) encontram-se numa zona de fauna muito diversa aliada a uma paisagem de grande beleza. O abandono agrícola tem permitido a recuperação notável da vegetação, com alguns riscos associados de que são exemplo os fogos. Através de uma gestão delicada, com objectivos de conservação da natureza, pretendemos proteger a biodiversidade e contribuir para uma valorização em que não haja oposição entre conservação e economia.

A conservação da natureza tem como objecto património que nem sempre é susceptível de valorização no mercado. Por essa razão, dificilmente a gestão do território com objectivos de conservação pode ter proveitos suficientes para cobrir os seus custos.

Nestas circunstâncias: a) ou as pessoas comuns mobilizam recursos obtidos noutras atividades para garantir essa conservação; b) ou o Estado assume inteiramente esse encargo; c) ou os valores correm o risco de ser preteridos face a decisões mais racionais do ponto de vista da rentabilidade imediata das propriedades.

Com este projeto pode garantir-se que os recursos disponibilizados serão diretamente aplicados na compra de terrenos, fugindo à lógica de rentabilização mais imediata.

Passa a haver a possibilidade de visitar estas áreas, geridas prioritariamente para a conservação, o que as torna diferentes da envolvente, facilitando o contacto direto com paisagens, plantas e animais que raramente se encontram noutro contexto.

Um acordo prévio com a Eólica da Arada permite-nos contar com mais um euro por cada quatro angariados na campanha, reforçando a capacidade de gestão.

Junte-se a nós! Será proprietárioguardião deste espaço de liberdade para a natureza e ainda poderá ser recompensado com atividades especialmente desenhadas para si e para os seus amigos, ou vouchers para a participação das atividades da MONTIS.

 

Sobre o promotor

A MONTIS - Associação para a Gestão e Conservação da Natureza é uma Organização Não Governamental e sem fins lucrativos que tem como objetivo central gerir territórios, com relevância para a conservação dos valores naturais. Queremos garantir o desenvolvimento dos processos naturais, promover a conservação de espécies autóctones, gerir de forma inteligente os fogos florestais e outros riscos naturais, aumentando o valor de mercado da biodiversidade.

Para além dos orgãos sociais, há um conjunto diversificado de pessoas, que têm colaborado com a MONTIS.

Orçamento e prazos

Os terrenos têm um custo de 10.000€ e a sua compra será feita logo após a campanha. Os restantes 2.000€ serão dedicados à sua gestão, preparando a sustentabilidade futura que garanta a conservação dos valores naturais.


Compra dos terrenos - 10.000€

Gestão - 2.000€


Imagens

Documentos

Os documentos estão apenas acessíveis a utilizadores registados. Por favor faça login para os consultar.

Facebook