AGIR +: ajudar famílias carenciadas a gerir as suas finanças

Separadores primários

Projeto único em parceria com a Fundação EDP e a Universidade Católica Portuguesa (Economia Social). O Projeto AGIR+ pretende ajudar famílias carenciadas a gerir as suas finanças.

Projeto de cariz social, com o apoio da Fundação EDP e a Universida Católica Portuguesa.

A Ipsum Home pretende Ajudar famílias carenciadas, Gerir as finanças, Informar como o devem fazer e Resolver os problemas financeiros, de sobre-endividamento. MAIS, ajudar famílias carenciadas a gerir as suas finanças.

A Ipsum Home, membro da Rede de Apoio ao Consumidor Endividado, é uma organização social sem fins lucrativos, reconhecida pela Direção Geral do Consumidor e pelo Banco de Portugal que tem por objeto fomentar nas famílias e outras organizações um conjunto de boas práticas que promovam uma gestão financeira e responsável dos seus recursos. O público alvo são pessoas em situação de dificuldades económico-financeiras ou insolvência.

O projeto desde há 2 anos que visa o resgate e sucesso do plano de recuperação de mais de 1200 famílias impactando diretamente em cerca de 3300 beneficiários. A formação irá assentar nos princípios básicos da consultoria e formação.

CONSULTORIA:

• Criar 5 gabinetes de proximidade em Matosinhos e Porto, com enfoque nas famílias carenciadas, para informar os direitos e deveres, diagnóstico da situação e das propostas,acompanhamento individualizado e dirigido, prestar informações crediticia e análise da capacidade de endividamento.

• Criação de gabinete de apoio jurídico pro-bono.

Os gabinetes de apoio serão desenvolvidos em locais estratégicos, indicados pelas Juntas de Freguesia.

Consultoria

Consultoria

FORMAÇÃO

• Formação para Adultos

Realização de ações de formação, seguindo orientações do Banco de Portugal,  dirigido essencialmente a famílias sinalizadas por entidades públicas. Estas ações irão promover a partilha intergeracional e a sensibilização do coletivo para as boas práticas do consumo.

• Formação para Jovens

Ações de formação, com base no Plano Todos Contam do Banco de Portugal, com jogos e implementação de um projeto de empreendedorismo para jovens.

ATUALMENTE

• Consultoria na União de Freguesias de Aldoar, Foz e Nevogilde e no Centro Incentivar a Partilha de Matosinhos

• Formação aos 6º e 8º anos

• Workshops destinados a famílias carenciadas.

OBJECTIVO

Acompanhamento individualizado e de proximidade às famílias sinalizadas, até a resolução dos problemas identificados.

Pretende com a ajuda de todos os parceiros envolvidos, empresas, Juntas de Freguesia, municípios, e nomeadamente a Fundação EDP e da Área Transversal de Economia Social da Universidade Católica Portuguesa, que no seu apoio evidenciam a confiança inequívoca no projeto, expandir os serviços para áreas mais abrangentes, numa co-relação e trabalho de intervenção direto e próximo, em conjunto com os restantes parceiros do projeto, e identificando de forma mais eficaz as famílias necessitadas deste apoio.

Workshop de Orçamento Familiar

Workshop de Orçamento Familiar

Sobre o promotor

Associação IPSUM HOME

A Associação IPSUM HOME  é uma organização social sem fins lucrativos que tem por objeto a transmissão e divulgação às famílias e  organizações, um conjunto de boas práticas  que promovam  uma  gestão financeira equilibrada e responsável dos seus recursos.

A Associação IPSUM HOME desenvolve as sua competências  em 3 áreas:

Consultoria / Formação / Empreendedorismo

Promove o equilíbrio económico-financeiro e a sustentabilidade financeira das famílias e organizações; a mudança social através da educação financeira e contribui para a responsabilidade social incentivando o empreendedorismo.

 

Orçamento e prazos

Valor Total: 5.000€

Este valor destina-se:

1) À implementação do projeto nas instalações do Centro Incentivar a Partilha, organização que conta com a parceria da Câmara Municipal de  Matosinhos e Universidade Católica Portuguesa, onde será instalada a sala de formação, que será dotada de computador e equipamento de projeção;

2) À implementação em dois locais a indicar pela União Freguesias de Matosinhos e Leça da Palmeira;

3) À implementação em dois locais identificados pelas juntas de freguesia do Porto e de acordo com as necessidades dos beneficiários e interesse demonstrado pelas Uniões de Freguesia contactadas;

4) Ações de formação/seminários/reuniões/workshops em cada um dos locais acima referidos;

5) Aquisição de material base;

6) Custos de deslocação  para as atividades acima referidas;

Esta iniciativa terá início em Novembro/Dezembro de 2017 e prolongar-se-á pelo prazo de dois anos.

Galeria de Imagens

Facebook