Clássicos à Solta | PPL

Clássicos à Solta

Separadores primários

"Clássicos à Solta" tem como objectivo surpreender as pessoas em locais de passagem, trabalho, lazer ou nas redes sociais com curtos concertos de piano, ao ar livre, sem data marcada, nem local anunciado. A sala de concertos irá até si!

Para continuar com o projecto "Clássicos à Solta", já um êxito nas redes sociais, precisamos de apoio logístico, que permita continuar a colocar pianos nos locais mais inesperados e proporcionar ao público ao vivo e online momentos cada vez mais belos e abranger cada vez mais populações.

Pretendemos, também, levar o projecto para locais de mais difícil acesso, suportando o custo do pedido de autorização para a realização de concertos nos mesmos, e levar "Clássicos à Solta" para fora de Lisboa.

Recital de piano na praia da Torre, Oeiras, Portugal.

Sobre o promotor

Teresa da Palma Pereira nasceu em Lisboa, em 1985.

Após concluir a licenciatura em piano, na Escola Superior de Música de Lisboa, e o mestrado em piano, na variante de performance musical, na Universidade Católica do Porto, prosseguiu os estudos musicais no Koninklijk Conservatorium de Bruxelas e em Madrid.

Foi laureada em vários concursos nacionais e internacionais, com destaque para o prémio para actuar como solista com a Orquestra de Câmara de Bruxelas e tem, desde 2006, realizado recitais em países como França, Holanda, Suécia, Brasil e China, bem como nos principais palcos nacionais, como Festival de Sintra, CCB e Centro Cultural Olga Cadaval, entre outros, bem como com as principais orquestras e maestros portugueses.

É autora de uma dissertação de doutoramento sobre a obra do compositor Robert Schumann e conta já com três trabalhos discográficos, um CD com obras de Schubert e Schumann, intitulado “A Valsa Transfigurada”, um CD, gravado com a Orquestra do Norte, intitulado “Brahms: Concerto para Piano n.º 1” e o mais recente trabalho, "Encontro", com obras de Schumann e Mozart.

Orçamento e prazos

Cada transporte de piano custa cerca de 150 euros (o valor varia conforme as características concretas do local).

Com 1200 euros, temos possibilidade de realizar 8 concertos. Os restantes 800 euros servem para cobrir eventuais necessidades a nível de deslocação, publicidade e atribuir simbólicos cachets, por cada concerto, à pianista.

O projecto "Clássicos à Solta" não tem quaisquer fins lucrativos e apenas tem acontecido à custa da boa vontade dos intervenientes. 

Pretendemos angariar o valor pedido num prazo de 2 meses e realizar, no mínimo, os oito concertos propostos, até Dezembro de 2017.

Imagens

Facebook

Contribuir