Perguntas Frequentes | PPL

Perguntas Frequentes

Perguntas gerais

O objectivo do PPL é democratizar o apoio a projectos, porque acreditamos no empreendedorismo e criatividade em Portugal. Faltam incentivos ao empreendedorismo, nomeadamente a projectos pequenos e médios e que consigam ultrapassar as actuais barreiras rígidas ao financiamento e à iniciativa em geral. Com a ajuda dos amigos, conhecidos e desconhecidos, os Portugueses podem tornar um projecto realidade!

PPL - (people, pessoas) com Portugal - ppl.com.pt. É uma maneira colaborativa de angariar apoio para ideias e projectos.

PPL proporciona uma plataforma online para qualquer pessoa com espírito empreendedor angariar apoios, com a ajuda de outras pessoas, de forma rápida e transparente. Esta iniciativa é chamada “Crowdfunding".

Qualquer pessoa pode propor um projecto, explicando a ideia e como vão ser utilizados os fundos angariados através do PPL. O projecto inclui duas secções importantes:

  • Descrição – onde o projecto e a equipa são apresentados. Inclui o montante a angariar, o prazo da campanha, um vídeo de apresentação e eventuais imagens e documentos adicionais
  • Recompensas – as contrapartidas propostas pelo promotor para incentivar à participação dos apoiantes

Após a validação do PPL, a campanha é publicada e o promotor divulga-a a potenciais apoiantes.
Os apoiantes contribuem para a campanha durante um período previamente definido (com um máximo de 60 dias).
Se as contribuições atingirem ou ultrapassarem o montante previamente definido, o promotor recebe os fundos. Caso contrário, todas as contribuições são devolvidas aos apoiantes.

Acreditamos que a mecânica do "tudo ou nada" é mais transparente e traz segurança adicional aos apoiantes.

A regra "tudo ou nada" induz os promotores a solicitar, por um lado, o menor montante possível, para haver maior probabilidade de atingir o objectivo, e, por outro, o suficiente para que possam executar o projecto. Esta boa prática funciona como auto-regulação adicional na orçamentação dos projectos publicados no PPL.

Por exemplo, se um projecto necessita de 5000 euros para se concretizar mas apenas 100 euros forem angariados durante a campanha, a concretização do projecto estará em causa, bem como a entrega das recompensas associadas; neste caso, o mais justo será devolver o montante angariado aos apoiantes.

Há muitas razões pelas quais os apoiantes investem em campanhas: efectuar uma pré-compra para receber uma recompensa exclusiva ou a custo vantajoso; apoiar uma comunidade, empresa ou sector em que acredita; colaborar e fazer parte de um projecto; ou simplesmente para ajudar um amigo a arrancar com a sua iniciativa

Um projecto é uma actividade com âmbito e prazos bem definidos. Pode ser a edição de um álbum ou livro, uma exposição ou um investimento num novo produto ou serviço. Não poderá ser a cobertura para custos operacionais de um negócio durante um prazo arbitrário.

Na plataforma, uma campanha corresponde a um espaço em que o promotor explica o projecto que pretende financiar ao público. Terá que fazer os possíveis para convencer os seus apoiantes que a sua ideia é a melhor coisa que aconteceu! A apresentação tem que ser clara, interessante (apaixonante até!) e credível de modo a ganhar apoio e conseguir o financiamento. É muito importante incluir um vídeo para ajudar a convencer os seus investidores.

Outra área muito importante corresponde às recompensas. O promotor terá que oferecer aos apoiantes contrapartidas únicas e originais que os incentivem a apoiar a sua campanha e a "vestir a camisola", tornando-se eles próprios veículos de promoção da campanha.

São contrapartidas que incentivam os apoiantes a contribuir para o seu projecto e que funcionam como forma de agradecimento.
Dependendo da quantia apoiada, o apoiante irá receber algo em troca, normalmente um produto ou serviço relacionado com o projecto.
Por exemplo, se o projecto for a edição de um álbum, as recompensas poderão ser o próprio produto final (o CD), eventualmente autografado ou com acesso a conteúdos extra. Neste caso, o apoio configura-se como uma pré-compra.
Quanto mais criativas, generosas e aliciantes as recompensas, maior a probabilidade de sucesso na angariação de apoios.

"A minha conta" é a área onde poderá consultar e editar a sua informação pessoal. Inclui também informação da conta (créditos disponíveis para investir em projectos) com a possibilidade de aumentar o seu saldo ou, pelo contrário, pedir o reembolso.
No separador "Editar" poderá editar o seu perfil (nome, localização, pequena bio, etc.) bem como alterar o email, password ou idioma do site.
No separador "Contribuições" poderá consultar a lista dos seus contributos a outros projectos.
Na secção "O meu projecto" poderá propor, editar e acompanhar o desenvolvimento do seu projecto.
Em "Finanças" poderá consultar o seu saldo, o histórico de movimentos e depositar ou retirar dinheiro da sua conta.

Lamentamos que queira ir. Envie-nos um emal para ping@ppl.com.pt e fecharemos a sua conta.

Antes de mais, verifique por favor a sua caixa de SPAM (correio indesejado). Alguns servidores de internet ou programas de email podem considerar o email como tal.
Pode também pedir uma nova senha, que será re-enviada por email. Alguns emails podem demorar uns poucos minutos, conforme os servidores.
Por fim, caso continue com dificuldades, por favor contacte-nos para que possamos activar manualmente a sua conta.

No entanto, é necessário confirmar que consegue receber os emails da nossa plataforma, pois as confirmações de apoios, final de prazo e entrega das contrapartidas serão feitas para esse endereço.

Promotores

Veja o nosso guia para criar uma boa campanha.

Sim, pode escolher entre 20 a 60 dias para financiar o projecto.
Este prazo depende muito do projecto concreto (muitas vezes o promotor tem já uma data limite) e a equipa do PPL ajudará o promotor a definir o mesmo.
Não é por ter mais tempo que a probabilidade de financiamento é maior! Muitas vezes, um prazo longo retira o sentido de urgência ao promotor ("ainda falta muito tempo para me mexer") e aos apoiantes ("depois volto cá para apoiar mais no final").

Só até ter sido publicado. A partir desse momento não poderá alterar prazos, montantes ou recompensas.
Mas poderá (e deverá) acrescentar novas informações, editando a descrição e/ou publicando actualizações frequentes na secção de comentários. Deverá ainda interagir e agradecer com os seus apoiantes, que o ajudarão com a divulgação se incentivados a isso.

Não, só é possível ter uma campanha activa de cada vez.
Queremos que os promotores concentrem esforços (divulgação, actualizações, etc) no projecto que estão a propor. Além disso, não queremos dividir os apoiantes entre várias campanha de um promotor.
Dito isto, incentivamos empreendedores activos a colocarem mais campanha, assim que as forem concretizando!

Acreditamos que o crowdfunding pode ser aplicado a vários tipos de projectos e áreas de actuação.
A equipa do PPL aposta em projectos empreendedores e criativos. Com a ajuda dos seus parceiros, analisa detalhadamente cada campanha e reserva-se o direito de recusar qualquer candidatura que não seja apropriada (legal, que reflita os valores da nossa empresa, com credibilidade demonstrada e com sinais de de boa fé).
São analisados ainda outros factores como o conceito do projecto, equipa de promotores, plano da campanha e adequação ao modelo de crowdfunding – nomeadamente, uma estrutura de recompensas apropriada.

Todo o processo decorre através da plataforma. O promotor propõe a sua campanha através do formulário online.
Os estágios de cada campanha são:

      Rascunho - O promotor pode editar e completar a informação básica ao seu ritmo. Assim que desejar, pode submeter a informação.
      Submetido - A equipa do PPL e os seus parceiros específicos analisam a candidatura e entram em contacto para possíveis esclarecimentos. A candidatura poderá ser aceite, recusada ou voltar para rascunho. Este processo pode demorar entre um par de dias a poucas semanas, dependendo da disponibilidade das equipas, maturidade do projecto, etc.
      Aceite - A proposta foi revista e aceite. O promotor deve completar com mais informação, como o vídeo de apresentação, traduções dos textos e eventuais fotos ou documentos adicionais. Assim que completar, poderá pedir publicação.
      Em validação - A proposta é validada pela nossa equipa e é acordada uma data para publicação. Poderá voltar ao passo anterior caso sejam necessárias actualizações.
      Publicado - Boa! A campanha está activa e pronta a receber apoios. Agora começa a etapa mais trabalhosa, com a divulgação da ideia e acompanhamento dos apoiantes!

    A PPL segue o modelo "tudo ou nada". Caso o montante angariado dentro do prazo estabelecido não alcance a meta proposta, os fundos entretanto angariados serão integralmente devolvido aos apoiantes. Não existe qualquer custo para ninguém, além do tempo já dispendido e esforço eventualmente dedicado pelo promotor.

    Uma das razões para esta mecânica é o facto de que se o promotor necessita de, por exemplo, 3000 euros para implementar o projecto e só angaria 1500 euros, o mais provável é não conseguir realizar o que se propos e não entregar as recompensas anunciadas. Ninguém ganharia!

    Assim, é importante ser que o promotor seja realista e planeie bem o montante a pedir. Este deverá ser o mínimo necessário para realizar o projecto. Se a campanha tiver sucesso poderá angariar mais do que inicialmente proposto.

    Após fazer login na plataforma, basta abrir a área pessoal e clicar em a minha campanha.
    Também pode verificar o estado do financiamento na barra de progresso, mostrada em cada listagem de campanhas, que indica a percentagem conseguida até o momento.

    Se no final do prazo de angariação tiver reunido a quantia inicialmente definida (ou mais), a mesma será transferida para a sua conta bancária.
    O PPL cobrará 5% dessa quantia (+IVA) para suportar os custos de operação e continuar a promover o crowdfunding em Portugal.

    O PPL cobra 5% (+IVA) da quantia angariada, unicamente se conseguir angariar a totalidade da quantidade pedida ou se os apoios angariados são incondicionais. É ainda cobrada uma comissão de 2% (+IVA) para cobrir as taxas em vigor praticadas pelos parceiros de pagamento.

    Caso a campanha não tenha sucesso ou não angarie apoios incondicionais, não tem qualquer custo e o dinheiro angariado é devolvido aos apoiantes.

    Por exemplo: Para um financiamento de 1000 EUR a comissão é de 50 EUR + IVA, ou seja 61,50 EUR. A comissão para os pagamentos é de 24,6 EUR. Assim, a comissão total será de 86,10 EUR.

    Tanto melhor! A angariação de fundos continua até ao final do período escolhido, podendo angariar mais do que 100% da quantia pedida inicialmente.

    No PPL, estabelecemos um limite mínimo de 500 euros.
    As eventuais receitas para projectos de montantes inferiores torna inviável o apoio e acompanhamento que queremos prestar aos promotores e apoiantes: assessoria na preparação das campanhas e o seu acompanhamento durante e após o financiamento.

    Sim, o promotor pode consultar os contactos dos seus apoiantes. Recomendamos que os utilizem para agradecer desde logo as contribuições, para dar conhecimento dos desenvolvimentos do projecto e para acordar a entrega das recompensas.
    Poderão também utilizar o separador "Comentários" para realizar anúncios acerca da campanha, que serão enviados por e-mail aos apoiantes. Foi publicada uma notícia na impresa acerca da campanha? Há desenvolvimentos do projecto? Estão na recta final e precisam da divulgação dos apoiantes? Esta é a ferramenta certa.
    Por outro lado, recomendamos que respeitem a privacidade dos apoiantes e utilizem os emails com parcimónia: ninguém gosta de ser incomodado e receber spam continuamente.

    Pode consultar os comentários no respectivo separador da página do projecto.
    Pode ter feedback importante em relação ao seu projecto, tanto de apoiantes como de amigos e potenciais interessados. Utilize esta funcionalidade para melhorar a sua proposta!

    Pode, e deve! Grande parte do sucesso no financiamento de uma campanha depende da divulgação que o próprio promotor consegue fazer através destas ferramentas.
    Cada página de campanha tem essa opção para partilhar facilmente por email, facebook, linkedin e twitter.
    Ainda assim, o promotor deverá complementar essa divulgação com outros canais, tanto online como offline.

    No final do prazo da campanha, e caso a mesma alcance ou ultrapasse a meta inicial, a nossa equipa entrará em contacto para pedir os dados bancários.

    Assim que tenhamos a informação bancária, daremos a ordem de transferência. Poderá demorar até dois dias úteis para que o montante fique disponível, dependendo dos bancos.

    Recomendamos contactar um especialista fiscal, uma vez que cada caso poderá ter as suas particularidades. Em termos gerais:

    Um particular que receba apoios não tem qualquer obrigação fiscal em sede de IVA relacionada com os valores recebidos, desde que não ultrapasse os limites estabelecidos no art. 53º do CIVA, que definem o âmbito da isenção.
    Para o IRS, deverá declarar os apoios enquadrado no regime de acto isolado, conforme disposto na alínea i) e h), do nº2, do art. 3º do CIRS.

    Um empresa que receba apoios deverá declarar o valor de apoio recebido como um rendimento obtido, em sede de IRC. Relativamente ao IVA, dependerá do tipo de apoio recebido, que poderá ou não estar sujeito a liquidação de IVA

    Por exemplo: Uma empresa que angarie financiamento e que, em contrapartida, ofereça o produto que se propõe fabricar, estará na prática a realizar uma pré-venda, pelo que o montante angariado deverá ser considerado como receita.

    Os mecanismos para protecção de propriedade intelectual, tais como a protecção de marca e patentes, aplicam-se também no caso do crowdfunding.

    Ainda assim, convém relembrar que ideias há muitas e muito provavelmente já alguém se lembrou do que achamos que é inovador. O que é relevante é a implementação da ideia.
    Para isso, importa a equipa, o know-how, o networking, etc.

    O que sugerimos é que o promotor divulgue o suficiente para atrair apoiantes e financiamento (mostrando credibilidade e capacidade de implementação) mas não tanto que outras pessoas copiem.
    A maior parte dos projectos que solicitam financiamento via crowdfunding não incluem desenhos técnicos detalhados na descrição mas somente o suficiente para os apoiantes avaliarem e decidirem contribuir para o projecto.

    Ao fim e ao cabo, a ideia terá que ser tornada pública a algum ponto. Com a equipa certa e o financiamento assegurado, resta implementar.

    Em resumo, haverão mais vantagens em divulgar um projecto (testar o mercado) do que em o manter segredo com o argumento de não ser copiado.

    Sim. Se desejar, pode fazer "boost" de um post publicado pelo PPL no seu mural de Facebook. Para tal, basta:

    1. Indicar-nos o montante que deseja investir nesta promoção e o post que deseja promover
    2. Transferir o montante (acrescido do IVA em vigor, por exemplo 12,30 euros para um "boost" de 10 euros) para a nossa conta:

    IBAN: PT50 0035 0071 00000700530 43
    SWIFT/BIC: CGDIPTPL
    Titular da conta: Orange Bird Lda

    3. Enviar-nos o comprovativo de transferência e número de contribuinte para pagamentos@ppl.com.pt
    4. Receberá uma factura emitida pela nossa empresa, no valor transferido
    5. Receberá também o relatório produzido pelo Facebook com o impacto gerado pela campanha

    Mais informação sobre a funcionalidade "boost post" em https://www.facebook.com/help/547448218658012/

    Sim, todos os projectos publicados no PPL terão de incluir o vídeo de apresentação (pitch) e a tradução dos textos e recompensas para inglês.

    Visto serem elementos que exigem maior esforço, apenas são solicitados após a primeira validação da nossa equipa, não sendo necessários numa primeira fase.

    Para mais informações sobre o vídeo, por favor consulte o guia para o promotor.
    Em relação à tradução, não necessita de ser integral e poderá optar por apresentar uma versão mais resumida. O objectivo é disponibilizar um site bilingue que possa receber apoios de qualquer ponto do globo.

    Uma boa divulgação da campanha de crowdfunding é fundamental para o sucesso da angariação. É necessário identificar o público-alvo e as formas mais eficazes de o alcançar.

    O principal responsável pelo esforço de divulgação é o promotor de cada campanha, pois é quem conhece melhor o meio específico (arquitectura, jogos de tabuleiro, moda, etc.) e quem tem acesso ao círculo próximo de apoiantes (familiares, amigos, colegas, etc.).

    O PPL complementa essa divulgação com comunicação nas redes sociais, em newsletter periódica, em sugestões automáticas para anteriores apoiantes de campanhas semelhantes, em eventos, bem como em contactos com parceiros e comunicados com a imprensa. É importante salientar que estas iniciativas do PPL não substituem as acções do promotor, nomeadamente a activação da rede próxima, tão fundamental para o arranque de uma campanha.

    Para qualquer campanha que atinja 50% do montante solicitado, o PPL irá fazer um "boost" de um post no seu mural de Facebook, de maneira a multiplicar o alcance da divulgação da campanha. É o compromisso "win win" do PPL!

    Apoiantes

    O primeiro passo para apoiar uma campanha, é visitar a página da mesma e introduzir o montante desejado. Após escolher "Contribuir", poderá ainda adicionar uma mensagem personalizada de apoio ao promotor.

    De seguida, deverá indicar os seus dados, para que o promotor o possa contactar. Se preferir, poderá também fazer o registo via facebook ou indicar que se trata de um apoio anónimo.

    Por fim, poderá escolher a forma de pagamento: multibanco (o mais simples), transferência bancária, cartão de crédito, PayPal ou ainda MB WAY. Para mais informações sobre os meios de pagamento, consulte a nossa página de pagamentos.

    Para informações mais detalhadas, por favor consulte o nosso guia para apoiantes.

    Além da satisfação de ajudar alguém a realizar o seu objectivo, poderá receber as recompensas que cada promotor estabelece.
    As contrapartidas variam de acordo com o montante da contribuição e são normalmente produtos ou serviços relacionados com o projecto.
    Pode consultá-las na página de cada projecto.

    Os promotores são inteiramente responsáveis pela entrega das recompensas. A sua reputação será visível e comunicada a toda a comunidade. Este escrutínio e transparência contribui para o bom funcionamento do mecanismo.
    Por outro lado, o PPL avalia e acompanha todo o processo, desde a preparação do projecto, a angariação até à entrega.

    Sim, esse procedimento faz parte da mecânica "tudo-ou-nada" que o PPL segue.
    Caso uma campanha não consiga angariar a totalidade do montante solicitado dentro do prazo especificado, os fundos são devolvidos aos apoiantes.

    Como não temos informação sobre a conta bancária dos utilizadores, esta devolução é efectuada para a conta PPL. O saldo resultante poderá ser utilizado para:

    • Apoiar outro projecto activo
    • Aguardar por futuros projectos
    • Pedir a devolução (ver questão seguinte)

    Sim, qualquer montante disponível (não alocado a nenhum projecto) pode ser levantado.
    Basta fazer o pedido de levantamento no site e o dinheiro será devolvido para a sua conta bancária ou de PayPal.
    Os dados bancários (NIB) são apenas utilizados para efectuar a devolução e, de seguida, eliminados do sistema.

    As formas de pagamento disponíveis estão enumeradas com mais detalhe na página de pagamentos.

    Caso opte por pagamento multibanco ou PayPal, existe um custo a pagar às entidades que gerem os respectivos serviços.
    Esse valor está descrito na página de pagamentos e depende do montante do pagamento.
    Como o PPL apenas cobra aos promotores em caso de sucesso, é impossível absorver estes custos para todos os pagamentos, daí serem passados para cada um dos apoiantes.

    Para montantes acima de 50 euros, onde essas comissões de pagamentos são mais significativas, é disponibilizada a opção de transferência bancária.
    Como o cruzamento dos comprovativos com o extracto bancário é um processo manual e mais demorado, esta opção só se encontra disponível acima de 50 euros.

    Não. A comissão é cobrada pelos parceiros que gerem o multibanco e PayPal, independentemente do sucesso dos projectos. Como tal, não poderá ser devolvida.
    O PPL devolve o montante líquido ao apoiante, que poderá utilizar para outros projectos ou pedir a devolução.

    Sim, claro! Poderá esclarecer informações ou sugerir outro tipo de participação no projecto, por exemplo.

    Na página da campanha, existe uma caixa do lado direito com informação sobre o promotor, como o website e formulário para enviar uma mensagem electrónica.

    Pode reforçar a sua contribuição a um projecto cuja campanha ainda esteja a decorrer.
    Basta repetir o processo de apoio e o montante será acumulado com o apoio anterior.
    No final da campanha, poderá definir com o promotor se deseja duas recompensas pelos dois apoios ou uma correspondente ao valor total das contribuições.

    Active esta opção para receber sugestões de novas campanhas que lhe poderão interessar, com base nas categorias das campanhas que já apoiou. São enviadas notificações automáticas de campanhas recentes que tenham angariado pelo menos 5 apoios.

    Um apoio incondicional será entregue ao promotor da campanha, independentemente do resultado desta.
    Mais concretamente, no caso de a campanha não atingir os 100%, o apoio não será devolvido ao apoiante mas sim entregue ao promotor.
    Esta opção de apoios incondicionais não está disponível para todas as campanhas. De momento, as campanhas do PPL Causas disponibilizam esta opção.

    Se desejar realizar um apoio anónimo, basta assinalar esta opção durante o processo de apoio. A sua conta será criada no PPL (para que possa receber atualizações da campanha, devoluções caso as campanhas não terminem com sucesso, etc.) mas nenhuma informação (nome, endereço de e-mail, etc.) será partilhada com o promotor nem com o público. O apoio aparecerá como "Anónimo" na lista de apoiantes das campanhas.

    É importante notar que com esta opção o apoiante abdica das eventuais recompensas oferecidas pela campanha.

    Independentemente do username que decidir colocar, o endereço de e-mail é partilhado com o promotor, de maneira a que este possa agradecer o apoio e eventualmente combinar a entrega da recompensa, a não ser que tenha escolhido a opção "Apoio anónimo".

    PPL Causas

    O PPL Causas é uma área do PPL - Crowdfunding Portugal, destinada exclusivamente a causas sociais. Numa altura em que a liquidez escasseia, os Portugueses criativos e empreendedores estão cada vez mais a recorrer ao crowdfunding para financiar e validar os seus projectos com a ajuda da multidão. O modelo do PPL, baseado em recompensas, é ideal para estas iniciativas, que procuram sempre oferecer um produto ou uma experiência nova aos seus clientes. Para os projectos sociais, as causas humanitárias, o apoio aos nossos amigos zoófilos, o PPL disponibiliza esta área exclusiva do PPL Causas. Poderão candidatar-se projectos que visem angariar fundos para, por exemplo: financiar acções de voluntariado e intervenção humanitária, ajudar nas propinas na área da educação, apoiar equipas ou instituições desportivas, co-financiar despesas médicas, adquirir equipamento para uma instituição social, apoiar instituições dedicadas à proteção dos animais.
    Este canal segue também o modelo de "tudo ou nada". No entanto, os apoiantes poderão decidir apoiar incondicionalmente uma causa, isto é, transferir o seu donativo mesmo que o promotor/instituição não consiga atingir a meta dos 100%.
    Sim, todos os meios de pagamento estão disponíveis.

    Sobre o PPL

    Sim, e inclui notícias mais detalhadas do PPL e testemunhos dos nossos promotores - os verdadeiros heróis!
    O blog está disponível em blog.ppl.com.pt.

    Pode contactar-nos pelo email info@ppl.com.pt ou utilizando o formulário de contacto.
    Todas as críticas e sugestões serão bem-vindas.

    Um canal é uma área dedicada, dentro do PPL, a campanhas promovidas ou associadas a uma determinada causa ou entidade. Por exemplo, o PPL Causas é um canal que agrega campanhas sociais, enquanto que o canal IES-SBS agrega campanhas de empreendedorismo social que pertençam à rede IES-SBS e o canal Livros de Ontem procura financiar a edição de livros da editora. Deseja ter um canal no PPL? Contacte-nos!