A equipa | PPL

A equipa

Orange Bird

A Orange Bird é uma sociedade fundada em 2011 por uma equipa apaixonada pelos temas de colaboração colectiva e pelo potencial de inovação que existe em cada indivíduo, em cada utilizador.

O avanço da tecnologia veio permitir uma capacidade de comunicação e cooperação inéditas. As redes virtuais permitem capturar uma inteligência e conhecimento conjunto que é superior ao do indivíduo. O mesmo se aplica à criatividade das massas e ao esforço colectivo. Outro potencial promissor é o julgamento de grupo que permite escolher o que melhor beneficia uma comunidade. E ainda há a possibilidade de doarmos e/ou investirmos em ideias, projectos ou instituições que interessam a um colectivo (crowdfunding).

Há vários nomes e há várias formas de apelidar este movimento. Um termo comum e agregador é o crowdsourcing.

A Orange Bird promove o crowdsourcing em Portugal. Nomeadamente, lançou esta plataforma de crowdfunding – PPL – Que é o PPL (people, pessoas) com Portugal. ppl.com.pt

É bom vivermos em tempos inovadores como estes em que os canais de comunicação e transferência de capitais e riqueza sofrem transformações abruptas com o potencial de melhorar significativamente a capacidade de gerar bem-estar de toda uma comunidade ou multidão. Carpe diem!

A equipa

Pedro Domingos
Pedro Domingos

Licenciado em 2003 em Eng. Electrotécnica e de Computadores pelo Instituto Superior Técnico, terminou o mestrado na mesma instituição em 2005, tendo sido assistente da cadeira de Sistemas Digitais.

Trabalhou em consultoria com a Capgemini e WeDo Technologies, maioritariamente em projectos na área das telecomunicações (Ar Telecom, Cabovisão, Zapp, Optimus). Em 2009 decidiu trabalhar em equipas e projectos mais fixos, na multinacional portuguesa TIMwe, onde foi software developer e fez parte da equipa que desenvolveu as plataformas de conteúdos e campanhas móveis neoPim e neoMiit.

Terminou o The Lisbon MBA International em Dezembro de 2011 e foi assistente da cadeira de Gestão de Operações na Católica-Lisbon entre 2012 e 2015. Actualmente está dedicado em desenvolver e promover o conceito de crowdfunding em Portugal através do PPL, do qual é um dos fundadores.

A sua mais recente "start-up" nasceu em 2016: uma linda bebé que se junta a outra menina nascida em 2012. Os seus gelados favoritos são os de fruta e quando se reformar quer ser agricultor.

tp.moc.lpp@sognimod.ordep | pedrodomingos

Yoann Nesme
Yoann Nesme

Licenciado em 2003 em Eng. em Sistemas Electrónicos pelo Instituto Técnico y de Estudios Superiores de Monterrey, no México, mudou-se para Lisboa em 2004.

Após trabalhar em algumas empresas como programador, juntou-se à Microsoft Portugal em 2005 como especialista em Dynamics CRM. Focava-se primordialmente em optimizar o rendimento da plataforma de Dynamics CRM e desenvolver cursos de formação específicos às necessidades dos clientes.

Concluiu o The Lisbon MBA International em Dezembro de 2011. Durante o programa, teve a sorte de conhecer os que viriam a ser os co-fundadores do PPL e tornar-se um "empreendedor" quase por acidente.

Viveu no México, em França e em Espanha. Mora actualmente em Lisboa com a sua família e gostaria de tirar mais partido de desportos aquáticos. Planeia retomar aulas de piano, talvez algum dia.

tp.moc.lpp@nnaoy | yoannnesme

Pedro Pires
Pedro Pires

Certificação Internacional em Coaching pela ICC - International Coaching Community, com especialização em coaching de vida, negócios, equipas e executivo.

Licenciado em 2002 em Sociologia pela Universidade Autónoma de Lisboa. Pós-Graduação em Políticas de Desenvolvimento dos Recursos Humanos, pelo Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL) em 2004. Pós-Gradução em Turismo, pela Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril (ESHTE) em 2010. Concluiu em 2012 o MOOC da Stanford University/Venture Lab – A Crash Course on Creativity, orientado por Tina Seelig – Executive Director, Stanford Technology Ventures Program (STVP).

Tem experiência profissional em consultoria de recursos humanos, gestão de parcerias/rede comercial no sector financeiro e consultadoria em turismo. É um empreendedor, investidor (Business Angel), especialista em crowdfunding e soluções colaborativas. É apaixonado por coaching, gestão de comunidades e pelo potencial de recursos que existem em cada pessoa.

Frase favorita: "Seja a mudança que deseja ver no mundo" - Mahatma Gandhi

tp.moc.lpp@serip.ordep | pedromendespires

Rita Santos Silva
Rita Santos Silva

Por influência do pai, apaixonada pelas engenharias, ingressa, sem surpresa, em 1998 no Instituto Superior Técnico no curso de Engenharia Civil. Ao fim de 3 anos, aborrece-se com Lisboa e ruma à cidade do Porto, ingressando na FEUP.

Já bem perto do fim do curso percebe que a questão não era Lisboa, nem Porto e decide largar as engenharias para remar noutras direcções.

Da multiplicidade de trabalhos e desafios que sempre desempenhou, mesmo a estudar, surge o convite para trabalhar em televisão. Aceita sem pestanejar e entra no maravilhoso, e ao mesmo tempo assombrado, mundo de freelancer, centrando, durante 13 anos, o seu trabalho na televisão, teatro, publicidade e, acima de tudo, no cinema.

Ainda hoje não sabe bem o que quer fazer, mas sabe que quer fazer muitas coisas: arriscar ideias novas, tentar, falhar, voltar a tentar, conseguir e seguir em frente.

Adora os dias em que a luz só desaparece às dez da noite e as noites de mais de 30ºC. A sua última aventura chama-se Fadista, uma cadela abandonada que se fez encontrar.

tp.moc.lpp@avlis.atir | rita silva

Paulo Silva Pereira
Paulo Silva Pereira

Português, nascido em Moçambique,é sócio-fundador do PPL e trabalha na Accenture. Formou-se no The Lisbon MBA International (um MBA conjunto da Católica, Nova e MIT Sloan) e estudou economia na Universidade Nova de Lisboa e Gestão Financeira na Universidade Católica.

Tem mais de 13 anos de experiência em Serviços Financeiros. Tem experiência de gestão e implementação de projectos de grande dimensão no sector bancário envolvendo empréstimos com/sem hipotecário, microfinanças, análise de risco, gestão e manutenção de contratos. Tem experiência em várias plataformas de gestão bancária como o SAP Core Banking e Alnova. Previamente à Accenture trabalhou como gestor de crédito habitação no BIC (Banco de Comércio e Indústria).

Apaixonado por conceitos de inovação e colaboração, o Paulo abraçou o tema do Crowdsourcing e particularmente Crowdfunding, onde participa activamente na comunidade internacional analisando questões como a Segurança e Confiança em relações comerciais online. Tendo vivido e trabalhado na Europa, na América do Sul, África, Médio Oriente e Ásia, possui um perfil multi-cultural, sendo casado com a alma gémea Búlgara e o orgulhoso pai de dois filhos mágicos.

Já fez uma sabática de 6 meses em que passeou de autocaravana por toda a Europa com a mulher e os filhos, experimentando diferentes gelados em cada país.

tp.moc.lpp@oluap | paulosilvapereira

Pedro Oliveira
Pedro Oliveira

Doutorado em Gestão de Operações, Tecnologia e Inovação pela University of North Carolina at Chapel Hill. Mestre em Investigação Operacional e Engenharia de Sistemas e Licenciado em Engenharia Naval pelo IST.

Professor Associado na CATÓLICA-LISBON School of Business and Economics, onde coordena o Doutoramento em Empreendedorismo e Mudança Tecnológica em parceria com o IST e a Carnegie Mellon University, o PAEGI – Programa Avançado em Empreendedorismo e Mudança Tecnologia, o PAGETTI - Programa Avançado de Gestão, Telecomunicações e Tecnologias de Informação e o Programa em Supply Chain Management.

Foi International Faculty Fellow no MIT.

Desenvolve investigação sobre o papel dos utilizadores no processo de inovação. O seu trabalho tem sido publicado em revistas científicas como a Research Policy, Production and Operations Management (POM), Organization Research Methods (ORM), Int. Journal of Operations and Production Management (IJOPM), Technological Forecasting and Social Change (TFSC) entre outros.

Vive em Lisboa com a sua mulher e três filhos.

tp.moc.lpp@arievilop | pedro-oliveira

Conselho Consultivo

João Pedro Tavares
Vice Presidente da Accenture Portugal
Manuel Ferreira da Costa
Sócio da Sousa Machado, Ferreira da Costa & Associados
Pedro Janela
CEO da WYgroup
Miguel Alves Martins
Presidente da Direção do IES-SBS

Valores

Colaboração

É o princípio do crowdsourcing e é o que queremos promover. O nosso modus operandi assenta na transparência e na partilha e sinergia de ideias. Aplica-se à nossa empresa e a todas as actividades em que nos envolvemos. Somos equipa entre nós e somos equipa com a comunidade.

Ética

Somos eticamente inflexíveis, alicerçados na honestidade e inspirando confiança: dizemos o que pensamos, agimos em conformidade e assumimos responsabilidade pelos nossos actos.

Empreendedorismo e inovação

O empreendedorismo é o denominador comum. O nosso próprio empreendedorismo, o empreendedorismo do PPL e do país, a inovação e a criatividade. Ganhamos se todos ganharmos (win-win)!

Respeito

Respeito pelo indivíduo. Respeito social (pela sociedade, pelos projectos, pelo bem comum). Respeito pelo PPL (pelas pessoas, pelos grupos, pelas ideias).

Flexibilidade

Flexibilidade técnica, psicológica e estratégica. Flexibilidade emocional e psicológica para aceitarmos pontos de vista diferentes, ideias inovadoras, sermos contrariados, aprendermos com os erros. Flexibilidade para nos adaptarmos a novos modelos de negócio, novos modelos operacionais e novas visões da indústria. Tolerância.


Crowdfunding Accredited Platform
A PPL foi das primeiras plataformas acreditadas pela Crowdsourcing.org, a referência na indústria de Crowdsourcing e Crowdfunding, segundo o CAPS (Crowdfunding Accreditation for Platform Standards). Este programa avalia as operações da plataforma nos seguintes critérios: transparência operacional, segurança da informação e pagamentos, funcionalidade da plataforma e procedimentos operacionais.
PPL é um membro fundador da Rede Europeia de Crowdfunding (European Crowdfunding Network), cujo principal objectivo é unir esforços para promover esta nova ferramenta a nível Europeu.
A Orange Bird, empresa promotora do PPL, subscreveu o compromisso de pagamento pontual a fornecedores.